Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Twitter - perfil do Blog


 
Quando Ela Rola


Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.




Escrito por Franco Junior às 12h50
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.




Escrito por Franco Junior às 13h10
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.




Escrito por Franco Junior às 13h17
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.



Escrito por Franco Junior às 12h34
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.

 



Escrito por Franco Junior às 12h26
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.



Escrito por Franco Junior às 23h06
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.



Escrito por Franco Junior às 13h20
[] [envie esta mensagem] [ ]



Entre http://quandoelarola.blogspot.com.br/ e veja o novo formato do blog.



Escrito por Franco Junior às 12h45
[] [envie esta mensagem] [ ]



É a vez do Corinthians na Libertadores

A Libertadores é o sonho de qualquer corintiano. Por várias vezes as fichas foram apostadas na equipe, no entanto, dentro das quatro linhas a expectativa não se transformava em bom futebol e muito menos em título.

 

Este ano, a competição começou diferente para a equipe do Parque São Jorge. Mesmo com o empate na estreia por 1 x 1 contra o Deportivo Táchira, na Venezuela, o time mostrou forças para correr atrás do resultado, e na quarta-feira (07), com a bela vitória diante do Nacional-PAR (2X0), no Pacaembu, confirmou o favoritismo na competição.

Todas as nove vezes em que participou do torneio, o Corinthians sempre contratou jogadores renomados e com larga experiência na disputa. O que faz da décima participação diferente das anteriores, é o fato de não ter investido em medalhões e nem em contratações absurdas. Tentou sim, mas não conseguiu trazer Montillo do Cruzeiro. Talvez isso tenha sido o melhor, pois, a não vinda dos caros, fez com que o Corinthians mantivesse a base Campeã Brasileira em 2011 e que já está montada há dois anos.

O timão tem jogadores que atuam juntos há algum tempo e, como se diz na linguagem do futebol, “jogam de olhos fechados”. Um jogador sabe onde o outro está. Isso começa pelo gol, com Júlio César, passa pela lateral-direita com Alessandro, por Chicão na zaga, por Paulinho e Ralf no meio-campo e por Jorge Henrique e Liedson no ataque.

Além da base forte, outro fator que faz do Corinthians, talvez, o favorito ao título continental, é o fato da competição ser jogada com as qualidades que, principalmente, essa base corintiana tem, e que historicamente o Corinthians sempre teve: raça, vontade e coração.

Raça no sentido de correr atrás mesmo se todos estão contra e não acreditam em sua força. Vontade por suar a camisa a cada instante para honrar as cores do clube. E coração, por jogar não por si próprio, mas sim, pela nação corintiana que se transformou na maior torcida do Brasil e que não abandona o clube em nenhum momento.

São esses os fatores que podem trazer para o Corinthians a vitória na Copa Libertadores da América. Competição que mexe com as emoções do “bando de loucos” e enchem os jogadores de energia para lutarem a cada instante.

Franco Junior

lfrancojunior@gmail.com



Escrito por Franco Junior às 11h54
[] [envie esta mensagem] [ ]



Primeira Rodada Campeonato Amador

Neste domingo (11) tem início o Campeonato Amador de Futebol em São João da Boa Vista. A competição é realizada pela Liga Sanjoanense de Desportos e este ano conta com 30 equipes inscritas – 12 na Taça Ouro (1ª Divisão) e 18 na Taça Prata (2ª Divisão). As partidas serão realizadas nos estádios do CIC, Pratinha, CSU-DER, 1º de Maio e Santo Antônio.

Confira abaixo a tabela da primeira rodada com os horários e os estádios em que serão realizadas as partidas:


1º Divisão:

Estádio              Hora              Mandante                            Visitante

CIC                               8:00                              Atlético 1º de Maio         X    Ass. Juventude Sanj.

CIC                              10:00                            Clube Atlético DER           X    Ass. Palmeirinha FC

Pratinha                     8:00                             Fazenda São Pedro FC      X          SER Botafogo

Pratinha                     10:00                                   Pratinha FC                 X          Santa Cruz FC

DER                              10:00                                  Santa Maria FC            X         Olaria São Pedro FC

SES                                9:00                               Soc. Esportiva Sanj.         X        EC Vila Nova

 2º Divisão:

Grupo A:

Estádio                        Hora                         Mandante                  Visitante

DER                                        8:00                                      River Plate            X          Sport Durval FC

Sto Antônio                             8:00                             Santo Antônio FC         X          EC Autocan

Sto Antônio                           10:00                              União Comercial        X          Grêmio Fut. Sanj.

Sto Antônio                            15:00                      Ressolagem Boa Vista        X         Pesqueiro do Raimundo

Grupo B:

Estádio                      Hora                      Mandante                     Visitante

Pratinha                               15:00                          Clube Regatas São João      X         União Durval Nicolau

1º Maio                                8:00                                    AA Seis Agosto              X        Guanabara FC

1º Maio                               10:00                                  Juventude Aguaí            X        Marti EC

1º Maio                               15:00                         Unidos Novo Horizonte         X       Santa Cruz FC "B"

Como os grupos são distribuídos com o número de nove equipes, Cruzeirinho folga na rodada pelo Grupo A e União Sanjoanense pelo Grupo B.


Franco Junior

lfrancojunior@gmail.com



Escrito por Franco Junior às 09h24
[] [envie esta mensagem] [ ]



Será o fim do leva e traz?

O Palmeiras sempre foi conhecido por ser um clube “fatiado”. Isso porque, seu conselho administrativo é constituído por famílias, ou seja, cada uma briga pelo seu bem. Sempre acontecem muitas confusões, alguém quer aparecer mais que o outro, no entanto, um ato inesperado parece ter colocado fim a essa “guerra fria”.

Wesley é o sonho de consumo da diretoria para esta temporada. O ex-santista, atualmente do Werder Bremen da Alemanha, já está no Brasil, fez exames médicos pelo Palmeiras e aguarda apenas a definição da forma de pagamento para ser anunciado como novo reforço alviverde.

Mas é exatamente esse impasse para encontrar um investidor e efetuar o pagamento de sua compra que está emperrando o desfecho. A equipe alemã só aceita vender 100% dos direitos de Wesley por 6 milhões de euros, valor que o Palmeiras acordou em três parcelas anuais de 2 milhões. A garantia para as duas parcelas posteriores o clube paulista já tem, mas o investidor para o pagamento da primeira quantia estava difícil de encontrar. Porém, está próximo de ser confirmado.

A ajuda para os vencimentos futuros veio de uma maneira um tanto quanto inusitada. Luiz Gonzaga Belluzzo, ex-presidente palmeirense, conseguiu a garantia bancaria para tal valor, com isso os pagamentos dos próximos anos estão garantidos, ficando a cargo do Palmeiras a primeira parcela, que em poucos dias pode aparecer e fazer de Wesley oficialmente jogador do verdão.

Nada de estranho em um ex-presidente ajudar o clube, se não fosse o fato de ser rival da atual diretoria. Arnaldo Tirone, atual presidente alviverde, é de uma chapa diferente de Belluzzo e uma ajuda vinda de um “inimigo”, no passado seria prontamente negada. Mas parece que as coisas estão mudando, pelo menos esse foi o primeiro passo para isso. Afinal, todos têm que lutar pelo mesmo ideal e objetivo, o Palmeiras. De que adianta brigar internamente se o bem maior está sendo prejudicado.

A vida é assim, uma mão lava a outra. Que essa mentalidade comece a caminhar e aparecer internamente no Palmeiras, pois ele será o maior beneficiado. A união faz a força, é assim que se vence.

Franco Junior

lfrancojunior@gmail.com

 



Escrito por Franco Junior às 13h09
[] [envie esta mensagem] [ ]



É Luxemburgo, tchê!

Como previsto, Vanderlei Luxemburgo foi anunciado como o novo treinador do Grêmio. A informação já era dada como certa na última segunda-feira (20), no entanto, como é de praxe no futebol, ambas as partes desmentiram a notícia para despistar o possível acerto.

 

Pela primeira vez na carreira, Luxemburgo vai trabalhar em um clube do Rio Grande do Sul. Esse novo desafio pode ser o combustível que faltava para o treinador readquirir a vontade e a gana pela vitória. As quais há algum tempo não as tinha.

Em questão de qualidade, é obvio que Luxemburgo é um ótimo nome para o comando. Mas seu histórico recente, não diz o mesmo. Desde 2004, o treinador só ganha campeonatos estaduais. Não que isso seja ruim. Mas para quem tem um salário como o de Vanderlei, isso é um mau negócio.

O Grêmio não ganha nada em âmbito nacional desde 2001. Na época venceu o próprio Luxemburgo, então no Corinthians, na final da Copa do Brasil. Já Vanderlei, não vence campeonatos nacionais desde 2003, quando foi Campeão Brasileiro, pelo Santos.

Qualidade para que dê certo, o elenco do Grêmio tem de sobra. Mas para que a contratação de Luxemburgo vingue, não depende só disso. O sucesso gremista terá que unir a força de seus jogadores e a volta da vontade de Luxemburgo. Se esse resgate for feito, a equipe gaúcha tem tudo para sair do papel e brilhar nos gramados.

Franco Junior

lfrancojunior@gmail.com



Escrito por Franco Junior às 15h08
[] [envie esta mensagem] [ ]



Caio Júnior caí e Luxa pode surgir

Após apenas oito jogos no comando do Grêmio, o técnico Caio Júnior foi demitido no início da tarde desta segunda-feira (20), pela diretoria do clube. A decisão foi tomada devido aos resultados não surgirem como a cúpula gremista esperava e, depois de apenas 45 dias como treinador, Caio foi dispensado.

Muito se esperava do Grêmio nesse início de temporada, isso porque, a diretoria abriu os cofres e contratou jogadores de nome e muita qualidade. Kleber, o gladiador (ex-Palmeiras), e Marcelo Moreno (ex-Cruzeiro) são alguns deles, que mesmo com todo o histórico de ótimos jogadores, não “ajudaram” o comandante, causando sua demissão.

Como sempre escrevo em textos direcionados a demissões e quedas de treinadores, mais uma vez questiono: “A culpa realmente é do técnico, ou muito disso é devido aos jogadores não corresponderem?”. Em minha opinião, a maior parcela de responsabilidade são dos jogadores, que com salários abusivos e todas as regalias possíveis, não dão o retorno esperado dentro de campo.

Caio Júnior não cometeu erros grotescos, isso no meu modo de ver. Ele escalou sempre os melhores, deu liberdade para que eles jogassem e no fim das contas, ele é quem foi o responsabilizado pelo time não vingar.

Não concordo com sua demissão, e sou um fã declarado do trabalho do Caio. Ele não reclama sobre reforços, trabalha com o que tem, não gosta de regalias e o mais importante: dá a cara pra bater quando preciso. Assim foi em sua passagem pelo Palmeiras em 2007, quando o mesmo, sem jogadores de nome, sem respaldo algum da diretoria, sem apoio da torcida, “descobriu” um tal de Valdivia, um tal de Pierre, um tal de Wendel, entre outros, que se tornaram jogadores fundamentais para o clube e são ídolos da torcida.

Acredito muito em “conversas de bastidor”, digo isso pelo fato de Luxemburgo estar desempregado. Sempre quando isso ocorre, seu nome é ventilado por todos os clubes. Foi assim em sua chegada ao Palmeiras em 2008, quando o então técnico era o mesmo Caio Jr, no Atlético-MG, em 2010, no Flamengo, também em 2010, e agora está acontecendo no Grêmio, que está muito próximo de anunciar Luxa como novo comandante.

Como disse na postagem que dizia sobre sua demissão do Flamengo, repito agora: Luxemburgo está vivendo no meio futebolístico apenas por seu passado e seu status. Ele já não é mais o mesmo treinador de fora em outras épocas e nem tem mais a mesma vontade de “dar a cara pra bater”. Seu grande defeito ultimamente é transferir suas responsabilidades para o elenco, ao invés de assumir sua parcela de culpa.

Caio Júnior foi mais uma vez injustiçado e encerrou hoje sua passagem pelo Grêmio, que a qualquer momento pode anunciar Vanderlei Luxemburgo como novo treinador. Sorte ao Caio, que consiga arrumar um novo clube para treinar o mais breve possível, e que Luxa mostre que ainda é capaz, como um dia já foi.

Franco Junior

lfrancojunior@gmail.com



Escrito por Franco Junior às 17h31
[] [envie esta mensagem] [ ]



Palmeiras x Corinthians no UFC: mais rivalidade, por quê? 

Nos últimos meses, muito se fala sobre o UFC. A competição é o ponto máximo em que um lutador de MMA (em português: artes marcial mistas) pode alcançar, podendo então, conquistar o tão almejado título de Campeão Mundial, na modalidade.

 

O Brasil é a país do futebol, e até mesmo por isso, os clubes arrumaram um “jeitinho” de, de certa forma, também atrair o torcedor para o esporte. O primeiro a fazer isso foi o Corinthians, contratando o maior nome da modalidade Anderson Silva, ou “Spider” como é conhecido mundialmente, para representar suas cores. Depois disso veio o Flamengo, na contratação de José Aldo, e o Internacional, com Minotauro.

Para não ficar atrás, os rivais desses clubes também resolveram entrar na dança, mas estão fazendo isso de uma forma nada proveitosa. O Palmeiras, maior rival do Corinthians no futebol, ao ter a primeira oportunidade “apadrinhou” também um lutador de UFC. Quem é ele? O maior rival de Anderson Silva: Chael Sonnen.

O americano é conhecido por ser provocador, e em uma das oportunidades que teve de abrir o bico, não perdeu tempo e chegou a falar mal do Brasil. Mesmo assim, assumiu o papel de palmeirense e agora vemos a torcida do time paulista torcendo contra o “Spider”. Ou seja, brasileiros torcendo contra um brasileiro.

Isso já aconteceu uma vez, no UFC Rio, realizado no dia 14 de janeiro, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro. José Aldo representa as cores do Flamengo, e na ocasião defendia o cinturão de campeão dos pesos pena contra Chad Mendes. Para criar rivalidade, o Vasco enviou camisas do time para Mendes, que, entrou na provocação e se disse vascaíno. Com isso, na competição, vimos torcedores do clube da colina, torcendo contra Aldo.

Na minha opinião, isso é uma vergonha! O Brasil tem sempre que torcer para o Brasil. Me revolta ver alguém dizendo que odeia a seleção brasileira, que torce para Argentina, Espanha, Portugal, etc., não pelo fato de serem esses países, mas sim, por não dar valor no que temos em nosso país.

Agora, com essa idéia de rivalidade também no UFC, onde iremos parar? Se já é tão perigoso ir a um estádio de futebol assistir um Palmeiras x Corinthians, agora também teremos que conviver com isso em um esporte que era para unir os brasileiros em uma só torcida?

“Ahh, mas ele representa o Corinthians!”, e daí? Inteligentes são os dirigentes corintianos por apostarem no esporte e acreditarem no lutador. Eles merecem os parabéns, isso sim, por darem suporte e estrutura para os treinamentos. E o Palmeiras, o que está fazendo pelo Sonnen? A resposta é: nada. Só está entrando em uma onda que pode acabar gerando mais rivalidade e brigas de torcida, já que em junho os desafetos Anderson Silva e Chael Sonnen se enfrentam, no Brasil.

Franco Junior

lfojunior@gmail.com



Escrito por Franco Junior às 16h44
[] [envie esta mensagem] [ ]



Empate na raça

A Libertadores começou para o Corinthians, e a estreia foi bem ao estilo que o torcedor mais gosta: como Corinthians. Isso porque, após estar perdendo desde o primeiro tempo, a equipe não desistiu, continuou lutando, com garra e vontade e foi recompensada no final com um gol de Ralf, no último lance de jogo. Pura emoção.

É claro que o torcedor espera muito mais da equipe na competição, no entanto, a vontade de conquistar o resultado é o que mais importa para a torcida corintiana.

Muito se esperava dessa estreia, ainda mais depois de ter jogado tão bem no clássico contra o São Paulo, no último domingo. Mas Libertadores é diferente, Libertadores é raça, vontade, determinação. Tudo o que o Corinthians tem de sobra.

É preciso ter cautela e paciência na competição sul-americana, nunca se pode achar que já venceu, ou que um adversário é muito inferior. Libertadores prova a cada ano que não importa só um bom elenco para vencer, o espírito guerreiro tem que estar presente.

E foi exatamente isso que o Corinthians mostrou neste seu primeiro jogo pelo campeonato continental. A Libertadores é o maior sonho do Corinthians, e com esse espírito e um pouco mais de sorte e competência para não tomar gols bobos como o que sofreu hoje, o timão tem grandes chances de vencer e levar pra casa a única taça que falta para a sua sala de troféus.

Franco Junior

lfrancojunior@gmail.com



Escrito por Franco Junior às 00h10
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]